Número 1 en Europa     60 años de experiencia
800 91 30 55 CHAMADA GRATUITA - DAS 8:00 ÁS 22:00

Murprotec também fica em casa. Devido ao estado de alarme do COVID19, o processamento das solicitações de diagnóstico pode demorar. Queremos garantir a saúde e a segurança de todos e, por isso, agora mais do que nunca, a Murprotec está consigo.

A quem reclamo sobre a humidade?

Inicio / Blog / A quem reclamo sobre a humidade?
Publicado pela
en Blog

Os efeitos das últimas chuvas e o tremendo impacto das tempestades ainda ocupam grande parte das notícias. Mais cedo ou mais tarde as notícias passarão para a biblioteca de notícias, contudo as consequências da chuva ainda estarão presentes.

reclamar sobre a humidade

Um dos danos colaterais da chuva torrencial e os seus efeitos, é a sua influência nos seguros e a reparação dos danos.

 

Quando ocorrem fenómenos desta natureza:

 

A quem devemos reclamar?

 

Em primeiro lugar devemos ler bem as cláusulas do nosso seguro e estabelecer que tipo de fenómenos a nossa apólice cobre. Na maioria dos casos, os fenómenos deste tipo são geralmente cobertos, no entanto nunca é demais informarmo-nos. No caso de uma casa alugada é importante pedir ao arrendatário a cláusula para obter a confirmação.

Em segundo lugar, e muito importante, é determinar a origem do problema. Embora estejamos a falar do efeito da chuva, acontece o mesmo no caso de maus cheiros ou manchas de humidade.

Há uma grande diferença entre encontrar a origem da humidade na nossa casa, ou devido a danos numa área ou instalações comuns.

Também deve estar consciente de que a origem deve ser muito bem estabelecida. No caso de infiltrações, problemas de humidades e danos devidos ao efeito da água, devemos ter em conta que a origem nem sempre é evidente.

“Em muitas intervenções a origem da humidade está longe de ser o ponto em que os sinais ocorrem”, indica Murprotec, empresa líder no tratamento de humidades estruturais.

 

Infiltração lateral:

 

No caso de humidade proveniente por infiltração lateral e, sobre tudo, por capilaridade, o ponto a partir do qual a água é filtrada, pode estar longe da área onde encontramos as fugas, as manchas ou o aquele cheiro irritante a humidade.

Detetar a verdadeira origem do problema é primordial. Os seguros estabelecem as apólices com base na origem no dano e no responsável da área ou instalação que causou o problema.

Uma infiltração causada pela passagem de água de um jardim comum deverá ser exigida através da comunidade no caso de uma casa alugada ou propriedade se for um edifício vizinho, ou para próprio seguro se for uma casa unifamiliar.

Em qualquer um dos casos estabelecer a origem, mediante uma peritagem profissional é uma garantia contra as apólices de seguros.

A Murprotec é clara: “quando enfrentamos uma intervenção deste tipo, é importante corrigir as origens através de um relatório de um especialista que não deixa qualquer dúvida sobre a responsabilidade do problema”.

Uma vez detetada a origem, com um relatório de um profissional, é o momento de se efetuar as reclamações pertinentes com base no problema, na apólice e no responsável pelas reparações.

Há que ter em conta que no caso de casas alugadas, os danos derivados de problemas na casa, devem ser resolvidos pelo arrendatário, a menos que os danos tenham tido origem numa área comum. Nesse caso, a responsabilidade passa para o proprietário do edifício e deve ser reclamado pela comunidade de vizinhos.

 

Os problemas chegam, em forma de tempestades ou simples maus cheiros. Dar-lhes uma solução requer paciência e trabalho feito por profissionais que podem ajuda-lo a concretizar-se.

 

Entradas relacionadas